Lições Aprendidas Parte 2: Contexto e Cenário da Pesquisa-Ação

O projeto do chatbot ANA foi conduzido por uma equipe multidisciplinar composta por quatro grupos de especialistas: a equipe do Centro de Telessaúde (I), professores da Faculdade de Medicina (II), grupo de professores de linguística aplicada e pesquisadores de pós-doutorado da Faculdade de Letras da UFMG (III) e grupo afiliado ao Departamento de Informática da UFMG.

Em um primeiro momento, seguindo a abordagem de pesquisa-ação, a equipe do Centro de Telessaúde (I) e os professores da Faculdade de Medicina (II) desenvolveram, na fase de ação, a primeira versão do chatbot para a população em busca de assistência médica. Os pesquisadores dos outros dois grupos (III e IV) aconselharam e apoiaram o desenvolvimento em questões específicas relativas às possibilidades e soluções tecnológicas, influenciando o caminho, de forma mais distante das questões relativas à prestação de serviços de saúde.

Ao longo do processo, os grupos aperfeiçoaram o processo de colaboração, trabalhando juntos em várias tarefas práticas e de pesquisa, frequentemente compartilhando e discutindo as demandas e questões à medida que surgiam, e realizando reuniões quinzenais de acompanhamento. Essa organização particular preparou o terreno para um esforço contínuo que possibilitou tanto a implantação da tecnologia quanto o aprendizado mútuo sobre ela.

A demanda por uma resposta rápida e o forte componente social da COVID-19 colocaram desafios sem precedentes para os profissionais de TI e saúde que trabalham na luta contra a doença. Identificar esses desafios, propor e discutir soluções em todas as etapas do processo, permitiu que a equipe tivesse insights sobre o processo e chegasse a conclusões que poderiam ser aplicadas não só ao projeto atual como em outros projetos e contextos semelhantes.

As diversas situações vividas durante o primeiro ciclo da pesquisa-ação, nas fases de planejamento, atuação, observação e reflexão serão descritas e discutidas na próxima parte desta série:

Lições Aprendidas Parte 3: Desenvolvendo um Chatbot – Resultados da Pesquisa-ação

Achou interessante? Quer saber como funciona e se a ANA pode te ajudar? Para interagir com a ANA na nossa versão demonstração aqui ou na versão oficial já funcionando no site do Centro de Telessaúde da UFMG (veja os widgets no canto inferior direito da tela).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *